Carregando…

10 passos para não cometer crimes pela internet

10 passos para não cometer crimes pela internet

Seja pelo acesso facilitado ou pelo tráfico de informações de várias naturezas, o cometimento de crimes na rede mundial de computadores se tornou algo corriqueiro. A internet não pode ser considerada como terra de ninguém, pois existem leis que regula e estabelece condutas criminosas.

 

1 – Não invada dispositivos informáticos

 

Sabe aquele wifi do vizinho? A conta de rede social da ex-namorada? Pois é. Invadir é crime! Quebrar senha de rede social ou de qualquer outro dispositivo eletrônico e informático também é crime

 

2 – Não poste ou compartilhe pornografia

 

Compartilhar ou postar pornografia não autorizadas é crime. Isso vale também para nudes. Disponibilizar na internet pornografia de pessoas maiores é caracterizado como de pornografia de vingança.

 

3 – Não poste ou compartilhe vídeo de bullying

 

Não é brincadeira, é crime. Assim, perseguir alguém ou intimidar de forma agressiva e vexatória. O cyberbulling também poderá ser punido.

 

4 – Não compartilhe ou poste notícias falsas

 

Vivemos uma onde das famosas fake news. Existem vários meios que espalha essas notícias falsas. Isso é crime. Verifique o veículo que divulgou e a autenticidade da notícia.

 

5 – Não compartilhe fotos ou vídeos de pessoas mortas.

 

Tentar querer matar a curiosidade das pessoas poderá caracterizar crime de vilipêndio de cadáver. Respeite a dor do outro.

 

6 – Não poste cenas de pessoas em situações constrangedoras

 

 Não é incomum ver em redes sociais e sites na internet pessoas em situações constrangedoras, alcoolizadas, drogadas, em situações de agressão física. Isso também é crime.

 

7 – Não ofenda pessoas por rede social ou pela internet.

 

Não significa que não existe liberdade de expressão na internet, mas ofender, xingar, seja em comentários públicos ou em mensagens privadas, incorre em crime.

 

8 – Não poste ou compartilhe pornografia que envolva criança e adolescente

 

Postar ou mesmo que compartilhar vídeo de crianças e adolescentes, em situações de ato sexual, é crime.

 

9 – Não tente aliciar criança e adolescente pela internet

 

Isso é comum em rede social tentar aliciar ou assediar criança ou adolescente com a finalidade de praticar atos libidinosos.

 

10 – Não altere vídeos ou fotos de criança e adolescente

 

Simular, adulterar, montar ou modificar vídeos, fotos ou outra forma visual, para incluir criança e adolescente em cena de sexo explícito, disponibilizando ou publicar na internet, configura crime. Essa brincadeira parece ser coisa boba, mas tem pena de três anos.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar: